25 dezembro 2009

o eu e o resto


o eu e o outro

por isso...
o que o outro está querendo dizer
como é o conteúdo da pessoa
o que tem por trás da pessoa
como é o mundo que esta pessoa mora
o que existe além do ponto de contato 
o contato que se faz através do manifesto
mas

antes de mais nada
o que tem por trás
das coisas que
se manifestam de mim

18 dezembro 2009

as duas mulheres da minha vida




depois de 8 meses em suzuka, a mira está mais uma vez, de mudança para hakuba

17 novembro 2009

ver e ouvir

.

a ação: ver e ouvir
o resto acontece tudo aqui dentro da cabeça

14 novembro 2009

ikuo





Aqueles que me conhecem de longas datas, sabem que somos em 6 brodis, homens, do sexo masculino, nascidos da mesma barriga (kaatyan, a mamma, a Mie, ) e do mesmo saco (totyan, o papito Hosuke que fez 88 aninhos em setembro). E tem um o Lucas Takumi, que eh meio irmão, filho do meu papito com a Naoko. Falei do Mitio aqui nas postagens anteriores, o terceiro desses 7 brodis, que mora no Japão. Tem mais um que mora no Japão há mais de 10 anos, que é o Ikuo, esse aí, na foto acima,  o quarto da escala. A última vez que falei com ele, for por telefone, nos dia que a Ines chegou, ligamos para ele, tava de cama, de gripe suína (num se fala mais assim?). OK, hoje resolvemos eu e a Ines e a Mira, comer fora. Pra variar, comer o quê? Claro, comer UDON, aqui pertinho, no Shopping Suzuka Hunter. E lá pelas tantas, a Mira aponta para a entrada e olha ! é ele, o Ikuo! E era mesmo...

12 novembro 2009

iwata-san, a última dele




Iwata-san trabalha no laticinio das 03:30am, ate 13:30pm. Eu nunca o vi, mas nos ultimos dias, várias pessoas me falaram que viu ele, sempre à tardezinha, agachado na beira do arrozal, assim na beira da estrada, onde tem essas flores que nascem, meio que de qualquer jeito, meio que erva daninha que nem chega atrapalhar a plantação de arroz. E eis que hoje ele dispõe a imagem digitalizada no blog dele(desculpe, acessível só para amigos chegados, que nem eu...heheh). Hum... claro, já chupei sem permissão dele e to postando aqui, para os meu amigos.

11 novembro 2009

o bebê e o "eu"

...
pelo ato de "dar um significado" aos sentidos (sensação),
pela primeira vez, ele se torna uma palavra
assim surge a palavra...
não há significado nenhum nos sentidos (sensação) em si

o ser humano ( quer dizer, eu....)
quer logo ir dando significados

cansei, está doendo aqui...
estou super bem, eu num tô bão...
bem, mal....
gosto, não gosto...
conforto, desconforto... etc
tudo isso, não tem nada ver com "os sentidos" (sensação) original
são coisas que eu deliberadamente "grudei", "colei" em mim depois

o nenem, recém nascido
não possui palavras, ainda...
portanto ainda não deve ter feito a "siginificação"

ao longo dos anos acumulados
vai recebendo influencias do meio
e vai "aprendendo":
ah, tá, nesse caso devo usar essa palavra...

o ato de palavrear
vai aumentando a praticidade na vida
mas é necessário o reconhecimento
de que isto é diferente dos "sentidos"(sensações)

se enganar
tomando a palavra antes
tomando a palavra como a realidade
é como colocar a carroça antes do cavalo
é inverter a ordem

e agora que já estou aqui assim
como na maioria dos casos
inconscientemente acabo dando significado
vou uma vez
voltar a ser
bebê


by F

06 novembro 2009

"natureza humana" ...

Só agora, me chamou a atenção. Ao enumerar os itens para kensan, o autor começa com   a "natureza humana". E isso para mim, só agora  começa fazer sentido, depois desse período fazendo os concentrados, aqui nas terras se Suzuka...

- trecho do livro "How to Cosntruct The World Revolution"
3. Os itens para Kensan são:
Aqui fazemos Kensan sobre todos os itens relativos à felicidade humana. Natureza humana, vida(biológica), hereditariedade, procriação, saúde, caráter, instinto, emoções, ideologias, desejos, estudos, educação, arte, religião, lar, sociedade, economia, objetos, raça, fronteiras, leis, sistemas, política, costumes, hábitos, beleza, repulsividade, bem, mal, ajuda, cooperação, dar, ganhar, lutas, violências, etc., examinamos sobre todos os outros itens de todas as áreas, e fazemos Kensan sobre a verdadeira maneira de ser e sua realização.

02 novembro 2009

Sagai-san, Nobu-san, Miyati-san, Konami-san, eu e Ines


É aquela coisa. Não é porque é Japão, a Ines deixa de ser Ines. Já havia postado aqui a minha contradição existêncial no meu papel (pretensiosamente como um indivíduo autônomo, autêntico e original), ainda que provisoriamente "marido" há exatos 26 anos, enfim como já indagava o cheique, aquele que espirra: "ser ou não ser, this is the question....: sou Alam ou sou marido da Ines?.

Bão, tudo isso era pra dizer que, tal como acontece no Brasil, nas feiras, nas reuniões de amigos, de cursos e o escambau, é só a gente (eu e ela) aparecer na Vila Yamaguishi no Japão ( Toyosato Jikkenti ), a cada esquina, aparece alguém, ahh Inessuuuu!!! pracá, ohhh Inessssu!!! pralá... e o pior, se pergunto pra Ines, quem é essa aí que você cumprimentou? você conhece? e ela: claro que conheçooo. Ah tá, e como ela se chama? ela, ....num sei, esqueci.

E claro, fiz cá no meu cantinho o meu levantamentozinho aleatório, acho que 90% das pessoas, ela não sabe o nome. E o que eu admiro nela é que, ela conversa com um tal entusiasmo e intimidade com essas pessoas como se as conhecesse desde criancinha..... ai, ai, eu não consigo.

Ah, ia esquecendo de complementar que nos 10 primeiros anos de morador de Vila Yamaguishi, moramos um longe do outro, separados, ora eu no Brasil e ela no Japão, eu na Fazenda e ela no sitio da Vila Yamaguishi em Jaguariúna, se contar os anos que moramos juntos, acho que vai dar menos que 5 anos...

Mas essas são outras histórias, a foto de cima, ah, esses ai sim, nós nos conhecemos de verdade, isso sim, mutuamente.... o casal Sagai, e o casal Miyati. Há 9 anos, Sagai-san e Nobu-san, eles moraram por quase 2 anos, na Vila Yamaguishi. Eles queriam continuar morando conosco, teve que volar para brasil, por causa de visto. O outro é o Miyati que sempre que visitamos a Vila Yamaguishi no Japão, foi ele quem nos recebeu, nos acolheu, nos ouviu nos momentos mais digamos assim, de maior apuro.

O prato do jantar foi ODEN. Esse sim, um típico e tradicional prato, coisa de povão mesmo, o que corresponderia a nossa feijoada no Brasil. No caso do ODEN, usa-se muitos legumes, derivados de peixe (embutido de peixe), raizes.

01 novembro 2009

gente, ente, entre entes, sociedade

 saiu isso da minha cabeça
depois de ter participado de uma reunião de kensan de 6 dias concentrados.

gente, ente, entre entes, sociedade

enquanto existir a humanidade... amor incondicional ao ser humano
sociedade baseada no amor humanitário
fazer viver a pessoa humana
vivificar a pessoa

o manifesto da pessoa - temporal, condicional, espacial
o imanifesto - está dentro, lá...
os meus sensores só captam a emissão
o aparente, é a consequencia, natural
olhar a pessoa em si
o que está antes
na ente em si
vivificar
amar

a sociedade que ama
a sociedade que faz viver a pessoa
a sociedade que faz pessoa feliz
as instituições e estruturas para tal

estrada larga
o caminho da pessoa
cada qual com seu sabor
as estradas com indicativos claros
tem que ter os canteiros floridos
pessoas caminham livremente

construir de fato
estabelecer de fato
com pessoas perto um do outro
pessoas vivificando pessoas
entre entes vivos
a sociedade que vivifica a pessoa humana
a sociedade que cultiva a humanidade (a natureza humana)

26 outubro 2009

UDON


Enfim, ela chegou, a Ines. Mulher mãe dos meus filhos. Companheira de longa data.
Não poderia deixar de ir comemorar com um almoço com um típico prato nipônico: UDON.
Um ensopado de macarrão, que já comentei aqui e aqui.

18 outubro 2009

eu, rafa, mayumi, mitio e mira

yoshida family


yoshida, eu e miwako


miwako, haruko e mira


O último encontro com yoshida foi em 2003. Dessa vez, resolvi ir até na casa dele em Kanagawa, próxmo a Tokyo. Às 11:00am, ao terminar o kensan concentrado de Jibun Wo Shiru (conhecer a si), pegei um carro emprestado (um Nissan branco) , as 12:30 tava com pé na estrada, junto com a Mira, que resolveu não ir trabalhar na 2a. para poder viajar.

Na foto, a primeira à esquerda, o Yoshida ainda sóbrio, com pinta de galã, e ao lado, nóis dois já com o saquê pela metade.

09 outubro 2009

expo Funada-san









Funada-san, que é o anfitrião da casa onde estou morando desde que cheguei aqui em Suzuka, vejo sempre nas horas vagas em frente de quadro, pintando. Essa semana, foi a semana da exposição do grupo de de pinturas que ele faz parte. Fui lá, na pinacoteca encravada no sopé das montanhas de Suzuka, assim que cheguei de Kensan Life Center, onde estive de "ouvidor", durante a semana inteira (7 dias) de Naikan. E não é que o home tava elegantérimo com o ar de artista? Num entendo de pintura, nunca estudei arte, hum... lembrei, já ganhei premio de primeiro colocado num concurso lá no Grupo Escolar Nilo Peçanha, em Londrina, quando fazia o 4o.ano primário. Mas isso é outra história, o que ia dizendo é sobre a pintura do Fukada-san, que ele consegue colocar na tela, a mesma delicadeza nos detalhes que ele se expõe, quando ele fala de si mesmo nas reuniões de kensans e nas conversas que a gente tem, eu, ele e Takazaki-san, ( esse, um outro morador da mesma casa, um cara de poucas palavras, que aliás fui agora o "ouvidor" desse Naikan que ele fez agora, que estou conhecendo aos poucos...). Óia... eu fico babando, quando ele fala das minuncias do movimentos internos, das sutilezas...



.

08 outubro 2009

Razão, crença e dúvida

.
Onde se manifesta a razão?
Na arrogância das certezas ou na capacidade de duvidar?

C.Calligaris em Razão, Crença e Dúvida

07 outubro 2009

arte arroz - artegricultura ?


Arroz, idade de arroz, 米寿, 88 anos do meu papito. O arroz tem tudo a ver com Japão. Quando vc chega no Japão de avião, a primeira paisagem que salta aos olhos: ARROZAL. Noossaa! E é assim, Japão inteiro, tirando as montanhas e as cidades, parece ser todo coberto de arrozal. Ah, e pra quem entende de agribusiness, arroz é o único cereal autosuficiente. De resto, quase 90% de alimentos consumidos são importados de fora da ilha. Pra quem já fez Tokkou e leu o livrinho do Mi Yamaguishi, deve ter notado que arroz e arrozal são elementos recorrentes nas historinhas que ele conta. Bão, falei tudo isso mesmo, na verdade é porque queria mesmo era mostrar essa inusitada paisagem acima.

Falta do que fazer? Arte? Passatempo? Artegricultura? Com a chegada do verão algumas plantações de arroz no Japão ganham um colorido todo especial. Os agricultores de Inakadate, na província de Aomori é uma das mais conhecidas por produzir esta combinação de arte e agricultura. O resultado é conseguido plantando mudas de folhas de cores diferentes que vistas a partir de uma determinada altura, transformam-se nestas figuras. Mais imagens aqui.





originalmente - 内観 - Naikan - Olhando do lado de cá

.
.
os humanos
originalmente
nascem coloridos

cada um
com a sua cor

aos poucos
vai

se

acinzentando
igualando

- naikan
o retorno
a refazenda
ao ser humano
original



by takashi iwata

06 outubro 2009

Naikan 2 - 内観

estou há 4 dias, desta vez como "ouvidor"
quando fiz o meu, pensei: hum... deve ser fácil, é só ouvir...
que nada
o aparente não passa de aparente
do lado de cá, outras nuances
ok, é só ouvir, mas ouvi o o que?

cada um, cada um de nós
recebe com o que já tem desde o nascimento
talvez até d'antes mesmo do nascimento
recebe mais com o que recebeu até então
percebe com o que recebeu até então
e per-percebe mais com o que percebeu até então
como se fosse uma sobreposição cumulativa
e eis ele aqui agora
e eis me eu aqui agora

ouvir, escutar
o outro (ou o eu mesmo, esse eu aqui)
é uma ato de auscutar
o que precede esta exposição




para todas pessoas que
um dia encontrei na minha vida
e que ainda um dia vou encontar

05 outubro 2009

「守ろう」

「守ろう」との心持ちが働くときの中身には、どんなものが有るのだろうか? 

continua aqui 

01 outubro 2009

Big Brother


Estudantes do Georgia Institute of Technology usam vídeos ao vivo para mapear veículos e pessoas no Google Earth. Seria possível assistir a uma partida de futebol ou checar o trânsito no seu caminho para o trabalho, tudo em tempo real. Ou ainda ver as nuvens se movendo, o clima mudando e até pássaros voando.

Imagine que alguém seja capaz de marcá-lo, colocar uma etiqueta, uma tag. Na teoria, bastaria ter acesso a câmeras de circuito fechado e esse sistema. Poderia marcar um carro na tela e, se tiver câmeras o suficiente pelo caminho, seguir o veículo aonde quer que ele vá. Na Inglaterra, por exemplo, isso seria muito fácil, pois há câmeras de circuito fechado praticamente em todo lugar. Isso para não falar de tags por radiofrequência.

É claro que nenhuma agência governamental teria interesse em usar isso para controlar os movimentos de alguém. Por que eles fariam isso?

Fonte: http://www.gizmodo.com.br

27 setembro 2009

Suzuka Lamen

Se tem algo que os japo"neusos" adoram e você encontra em quase toda esquina são os ensopados de macarrão. É como se fosse pizzaria no Brasil. Existem basicamente 3 categorias desse prato que não sei a origem, nem vou ter o trabalho de ficar pesquisando na net. O que encontro são: "Lamen", "Udon" e "Ossoba", e suas infinitas variações regionais, com temperos, com elementos de origem vegetal e digamos assim animais da terra, do ar e da água, pra não dizer quadrupedes, de pena e de escama que chegam do mundo inteiro.

Volta e meia, quando saimos pra qualquer coisa, é ela , a Mira minha filha quem escolhe, vamo que vamo em tal Lamen-Yá (loja de lamen). Ela que vive há quase 3 anos no Japão, é que conhece onde ficam as melhores bocas. Veja o post anterior aqui.

Esse aí que ela está a atacar é o Suzuka Lamen, basicamente uma TONKOTSU (Sopa de Ossos de Suínos) com algas e pedaços de lombo pig. Quem quiser experimentar um desses pratos, o único lugar especializado nesse tipo de prato no Brasil que conheço é a Aska (Asuka) Lamen, no bairro Liberdade (Rua Galvão Bueno, 466). E eu que já corre sangue de "neuso" nas minhasveias, recomendo: vale a pena... Epa, aviso importante que ia esquecendo: nada a ver com os miôjos da vida que vc encontra nas prateleiras dos supermercados.




21 setembro 2009

88 anos 米寿


O meu papito, vulgo "totyan", ou Hottyan, diminutivo de Hosuke que é o seu nome de registo, ou Seu Pedro, como era chamado pelos peões quando plantava verduras, uvas, criava galinhas em Londrina nos anos 60-70, completou no dia 14, as 88 voltas pelo sol. Ai resolveram fazer uma festa especial, seguindo uma tradição japonesa. Não sabia dessa, 88 em japones se escreve se assim " 八十八 ", ou seja, juntando os ideogramas 八 (8) , 十(10) e 八 (8) , forma se o ideograma " 米 " , que significa "arroz". Quer dizer idade do arroz. Sei lá, o que é que o arroz tem a ver com isso, parece uma brincadeira, um trocadilho, inventaram um motivo pra comemorar, pra desejar a longevidade. Deve ser algo como numerologia, supertição, brincadeirinha.... No mesmo dia, aliás, no dia seguinte aqui no Japão, porque aí no Brasil era ontem, pois o Sol nasce aqui 12 horas antes, recebi a foto acima. Juntou quase 60 pessoas, entre amigos, veeelhos amigos, e parentes.
Bão, o lance é que estou aqui no Japão, e estava participando num kensan concentrado, na última hora consegui mandar uma mensagem via email. Já postei aqui e aqui sobre Naikan e Kensan para Conhecer a VidaHumana. Óia... num sei se consegui transmitir, esse sentimento de gratidão, de amor, de saudade, de eu existir, de eu estar aqui, do jeito que sou (bem ou mal), como resultado de tudo que recebi, me foi dado, me influenciou, como um produto (resultado resultante, consequencia) do meio em que eu vivi.... claro, estou falando no geral, mas em especial do que recebi do "Totyan".




15 setembro 2009

lotus - by takashi iwata


“蓮” 岩田隆 作 "lotus" by takashi iwata

Jibun Wo Shiru Kensan-Kai
( Kensan para Conhecer a Si )
Fiquei 7 dias nessa reunião de kensan concentrado com o Takashi. Éramos em 6 participantes +1 zelador. Tinhamos a manhã "livre", pra fazer limpeza, tomar café, passear, ficar a toa pensando, enfim, era o tempo que não era o de ficarmos em roda de kensan. O Takashi, que largou a faculdade de Belas Artes de Tokyo pela metade pra morar na Vila Yamaguishi no Japão, caiu fora no ano 2000, veio morar em Suzuka, mas continuou como funcionário, trabalhando na gráfica e também laticínio. Resolveu retomar a "arte", está terminando a Faculdade de Arte. Bão, tudo isso era só pra dizer que tinha na proximidade alguns lagos, ou reservatórios de agua para irrigação de arrozais, e num deles havia flores de lotus que o Takashi, volta e meia ia lá com o caderninho pra fazer desenhar. O resultado está aí em cima.
.
O original seria algo assim. Ao lado, um desenho em andamento...

30 agosto 2009

leis que punem


passeando por um dos bairros de Suzuka onde estah instalado o Kensan Life Center (onde fiz o "kensan para conhecer a vida humana" de 6 dias ), encontrei essa placa na frente de um lago. 10.000.000 yens de multa para quem jogar lixo no lago. convertendo pra real, vai dar mais ou menos R$ 100.000,00. E que a pena de prisao eh de 5 anos!!! Nao sei se esse valor e a prisao eh so pra assustar os brasileiros e peruanos que tem aos montes aqui perto da fabrica da Honda, ou realmente essa multa existe em termos de lei.... Eh bem capaz !!

28 agosto 2009

ariquezadaminhalmapessoasmealimentam

participei de um kensan de 6 dias concentrado chamado
"kensan para conhece a vida humana'
"人生を知るための研鑽会"
teve elementos de Naikan ( 内観 ) + Reuniao de kensan ( 研鑽会 )
tentei expressar as minhas impressoes pos-participaçao.
e deu nisso.....





ariquezadaminhalmapessoasmealimentam
Acacia Valin, Ademir Assunção, Ademir Lima, Adolfo Areias Silveira, Adonis Stellas, Adriana Pissetti, Adriane Lage Silva Póvoa, Adriano Rangel Rodrigues, Agenes Cotting, Agnes Soares, Ajax Jorge Domiciano Batista, Akemi Nakai, Akira Kuriya, Alberto Samu, Alcyr Jesus Monteiro de Souza, Aldina Cristina Sampaio de Sousa, Aldo Ximenes, Alessandra Kayomi Ki, Alessandra Lima Barbosa, Alessandra Schmitt, Alexandre de Oliveira Leite, Alexandre Miks Lima, Alexandre Luiz de Lima, Alexandre Resende, Alexander Van Parys Piergili, Alfredo Weel, Alice Alfano Campos, Alice Suzuki Fernandes, Alvaro Luis de Carvalho Veloso, Amana Jayita, Amanda Carolina Coelho Betanho, Amiko Iyota, Ana Beatriz Merschmann Fabis, Ana Carolina Borges Monzon, Ana Carolina da Costa Moraes, Ana Carolina Gaspardo, Ana Erica Paschoal, Ana Kazue Takeshigue Ki, Ana Leite Furtado, Ana Lucia Guimarães de Araujo Neves, Ana Luz Troncoso, Ana Maria Cristina Rabello Pinto da Fonseca Martins, Ana Maria Fanelli, Ana Maria Grimaldi, Ana Rita Barbosa, Ana Rosa Lombardi, Ana Tereza Bastos de Alencar, Anand Nikhil, Anando Mitsu Minowa, Andre Bergamo,Andre Marchioro, Andre Mendes, Andre Micaldas Correa, Andre Andrade Pereira(Dhyan Ahlaad), Andrea Ono, Andrea Yanase Rocha, Andrei Zambo, Angel Gustavo de Bulnes, Angela Bordgnon, Angela Carmen Morandi, Anna Carolina Martins, Antonieta Salviatto, Antonio Brancheli, Antonio Carlos Tonini, Antonio Demetrio Sercheli, Antonio João Coimbra Jacintho, Antonio Marcos Brancatto, Antonio Stellas, Antonio Warpechowski Neto, Aonalcir Fabis, Apolo Mario Theodoro, Argemiro Sifuentes, Ari Almeida Gay, Ariadne Vasconcellos Bauer Farias, Arlinda Yanase Takeshita, Arlindo De Salvo, Arrigo Barnabé, Arnaldo Naomi Suzukawa, Arno Schwantes, Artemisia de Oliveira Santos, Augusta Mattos Leite, Augusto Gutierrez, Axell Minowa, Ayumi Sakai, Barbara Nitto, Bárbara Katy de Almeida Ramos, Barbara Vieira, Beatriz de Carvalho Penna, Beatriz Gomes da Silveira, Beleza Shihying Woo, Benedicto Antonio Pimenta, Benedita Alves da Silva, Benedita Aparecida Ramos, Benedito Junior, Benter Santos, Bernardete Pacheco, Bernadete Lyra Morais, Bernardo Pellegrini, Bete Pereira, Beto Take, Branca Mamede de Oliveira, Bruno Kaneoya, Bruno Medrado Sifuentes, Bruno Polimeno Oliveira, Camila Oleski Amatuzzi, Carla Monteiro Coutinho, Carla Olavio Vieira, Carlos Daniel Silva, Carlos Fujii, Carlos Gracie Neto, Carlota Eugenia Narciso Soares Santos, Carmem Lúcia Prado, Carmen Tsuhako, Carolina Okamoto, Carolina Rios Thompson, Caroline Teixeira Veloso, Catarina Lins Menucci, Cauê Minowa, Claudia Boton, Claudia Maria Ordine, Claudio Cazaccia, Celia Regina Souza, Celia Regina de Carvalho, Celina Arantes, Celio Viana Ribeiro,Celso Costa Lopes, Cesar Sumiya, Chie Okinaga, Christiane Mayer, Cinira Alice Alfa Palotta, Clara Alencar, Clarissa Poeta de Souza,Claudia Anelli, Claudia Boton Tannure, Claudia Guertzenstein Angare Pereira, Claudia M. Churata, Claudia Marins, Claudia Ordine, Claudia Rimini, Claudio Machado de Almeida, Claudio R. Pineda, Cleide Martins, Clelia Yanase Rocha, Cleusa Francisco Olavio Vieira, Cleusa Maria Torres Witzler, Cristiane Minowa, Cristiano Gonçalves Vieira, Cristina Kanadani, Cristina Vieira, Cristina Yamazaki, Conrado Amoedo de Mello, Cynthia Christina Ziviani, Dalto José Bellini, Daniel Suleiman Penetta, Daniela Di Grazia Carvalho, Daniela Ghiringhello Sakamoto, Daniela Gundling, Daniela Nascimento, Daniela Karst, Daniela Sato, Daniele de Lima Franco, Daniela Penna, Dario Sergio Lucchini, Daniele Gomide, Darlan De Bem Borges, David Moises Felismino, Delbora Regina Caneo Frare, Demerson Luiz de Almeida Barbosa, Denanci dos Santos, Denise de Novaes Bentes Monteiro, Denise Packer Fabiani, Diana Melim Werlang, Diego Grespan de Oliveira, Dina Bastos Ramos, Diogenes Henrique, Divo Cesar Pires, Domenico Micaronni, Domingos Martins Marcelino, Dora Duarte de Carvalho, Doraci Nogueira de Aguiar Francisco, Drausio Custodio Silva, Dulce Lourenco Vaz, Edegar da Cunha Generoso, Edméa Mello Magrini, Edna Norma da Silva Sercheli, Edson Hideto Sassaki, Edson Hiroshi Nishitani, Eduardo Antonio Franzon, Eduardo Coutinho de Paula, Eduardo Formenti Engler, Eduardo Jorge Araujo, Eduardo Jose Diehl, Eduardo Lage Leite, Eduardo Pacheco Soares, Eduardo Valente de Barros Barreto, Egli Maria Micheski, Elaine Bottion, Elaine Duarte, Eleni Dal'Bo Martins, Eliana Maria Perin, Eliana Vieira Pinto, Élida Santos Ribeiro, Eliete de Souza Ferreira, Elisangela Maria Caixeta, Elizabeth Giner Pizzolante, Elizabeth Soares Rodrigues, Elizabeth Teixeira Tavelini, Elizete de Oliveira Coelho Betanho, Elsias Nascentes Celho Neto, Ely Miura, Emerson Costa, Emi Sakay Bortoletto, Erica Well, Erica Witte, Erica Zuliani Oleski, Erickson Oliveira Santos, Erika Sagae de Oliveira, Erika Roberta Ramos, Erica Weel, Erna Terezinha Jung, Ernst Gotsch, Estela Dias Gomes, Evald Loyola, Fabiana Baltazar Assad, Fabiana Miwa, Fabiano Lauser Timm, Fabio De Angelis Chaves, Fábio Di Benedetto, Fabio Navarro Diniz, Fabio Walendowsky, Fábio Zanatta, Fausto Ricardo da Costa, Fawaz Adel, Felix Minowa, Fernando Cambiucci, Fernando Marcel Tarantino Martins, Flavia Torga F Pinto, Flavio Mitsuishi, Flavio Zirarello, Francisco Carlos Calado, Francisco Julio C. Jacintho, Francisco Kozonoe Souza, Francisco Moreno Bahia, Franco Werlang, Franklin Mangine Dominguez, Frantz Balint Jr, Fredi Wyimann, Fumie Kami, Fumie Swiss, Fumio Onda, Gabriel Marins Lemos, Gabriela Lerer, Gabriela Liebhart Tischer, Georgia Garotti, Georgia Sinimbu Silva, Geralda Magela Dias, Geraldo Augusto de Almeida, Geraldo Magela Silva Vasconcelos, Germano S Bechara, Gidian Rabelo Rodrigues, Gilberto Aguni, Gilberto Luiz dos Santos Cordeiro, Gilda Aparecida Chirico, Gina Tarantino, Giovanna Filippini, Gisela Renata Neoral, Gislaine Badini, Gislaine S. Rodrigues, Giuliana Patricia Alves de Sousa, Glaico José Sell, Gloria Cavallini, Guilherme Rocha de Rezende, Gustavo Nogueira Rocha e Silva, Gusty Claudia Liebhart Maia, Hajime Tokeshi, Hans Jorg Hueblin, Haruna Koide, Hayato Yuguchi, Heladio Yamaguchi, Helena Celi Shardong, Helena Matsuda, Helio Daiki Minowa, Helio Sakay, Heloisa Helena Oleski Amatuzzi, Helvecio Joao Teixeira, Henrique Veloso Neto, Hideko Koide Matsuo, Hideko Hagiwara, Hideo Maeda, Hildo Benedito Ferreira da Cruz, Hiram Abritta, Hiroe Ohsumi, Hiroshi Nishitani, Hiroshi Shirakawa, Hiroshi Takemoto, Hiyoshi Ito, Hosuke Minowa, Horacio Coutinho, Humberto Kazukuni Sugimati, Ian Neoral, Iara Keiko Murayama, Ibsen Diniz Machado Goncalves, Ideli Garcia Rodrigues, Inagaki, Inês Braconnot, Ines de Carvalho Veloso, Ines Sakay Minowa, Ingeburg Henze de Macedo, Iracema Costa Baumeyer, Irene Coimbra Jacintho, Isabel Cristina Mendes, Isabela Magalhaes Bichuette, Isabela Mie Takeshita, Isack Ryuji Minowa, Isadora Peruch, Isle Junior, Ismael Victor de Lucena Costa, Itamar Vieira, Ivania Maria Ueno, Isabel B Zborowski, Izilda Ziravello, Jadir, Jadir Guimarães, Jairo Ferreira de Oliveira, Janayna Petitto Sercheli, Jander Antonio, Jane Helena Zambon, Jane Maria Klusener, Janine de Lucena Costa, Joana Angelica Coimbra Jacintho, Joana Maria Villalva, Joana Stefanoli, João Arruda, João Hermando Frare, João Manuel Soares Homem de Gouveia, João Marino Vieira, Joao Paulo Gaya, João Vitor Gorgulho, João Vicene Borges, Joelma Santana Silva, Johny Wallace Dal´bo Husch Pereira, Jorge Koshiyama, Jorge Mitsuishi, Jorge Pinguim, Jose Antonio de Freitas Sestelo, José Augusto Remisio Figuinha, Jose Carlos de Araujo, Jose Celso Rangel Silveira, José Dirceu Rizzini, José Fernando Rebelo, José Geraldo Balthazar, José Geraldo da Costa, José Gilberto Frare, José Ibrahim, José Luiz Garaldi, José Márcio Lemos, José Maria Carvalho Grossi, José Maschio, José Mauro Dias, José Paulo Zuliani Oleski, Jose Ronaldo Fernandes, Joseani G. Ricci, Josyanne Soledad Gomes Ferreira, Julia Xavier, Juliana Futata Okuyama, Juliana Martins Baptistella, Juliana Mitsuishi, Juliano Costa de Almeida, Juliano Taleshi Fujita, Julio Cesar Mansur Haddad, Julio Cesar Vieira Frare, Julio Bomeny Barreto, Jun-Ichi Minowa, Júnior Abreu, Jussara Beatriz Pissetti, Jussara do Nascimento Silva, Kaj Schnider, Karen Neoral, Katia Alessandra Sibinelli Minutti, Katia Cilene Deciomo, Katia yukari Ono, Kayo Minowa, Kazuaki Yoshida, Kazuki Sakai, Keiko koide, Kelle Dristina de Paula, Kim Yoon Hwan, Kinsuke Minowa, Kiu Coates, Koichi Izumida, Koichi Minowa, Kyoko Funada, Kumi Zemp, Laura Mattos Leite, Laura de Paula, Leandra Granville, Leandro Rodrigues Brazuna, Leandro Guedes Codonho, Leandro Yanase Rocha, Leda Hitomi Obara, Lédia Augusta de Souza, Leila Sallum, Leilah El Helou, Leneilda Bezerra, Leni Gonçalves, Leo Minowa, Leonel Paulo G.C. Oliveira Jr., Letícia Banzatto Monteiro, Leticia Borges Cannavale, Leydiana Duarte Fonseca, Lidia Saiki, Lidiane Silva Ramos, Lilian Canellas, Lígia Carvalho Reis, Ligia Prado, Lindalva S Ribeiro, Lisandro Valente, Livia Anselmo Lucas, Lola Julieta de Mattos, Lorimar Luis Gaio, Lucimara Medina Yonaha, Luan Xavier Minowa, Lucas Takumi Minowa, Lucelma Dalmolin, Luci Dias Conti, Luci Tokeshi, Lúcia Yumiko Kakazu, Luciana Izique, Luciane dos Santos Geraldes, Luciane Fernandes Birello, Luciano Ricardo Correa, Luciene Teixeira Maeno, Lucila Machado Asummpção, Lucio Shogo Minowa, Ludmila Araujo, Luís Carlos Fernandes Afonso, Luis Fernando Lupato, Luis Marcos Rodrigues, Lurdes Gonçalves, Luziena Maria de Almeida, LuzinaldaTavares Bezerra, Lygia Maria Cerviño Lopez, Madoka Hayashi, Magali Travessa, Maikel Israel Budny, Manoel Baptista Pinheiro Filho, Manoel Beauclair, Manoel Mendes, Manuela Santana Ferreira, Mara Augusta Medrado, Mara Isabel Telles Poeta Monteiro de Sousa, Mara Maria do Socorro F. Micaroni, Mara Sallai, Marcela Vieira de Alencar Veiga, Marcela Velon, Marceline Minowa, Marcelo Beraldo Kurashima, Marcelo da Silva Sercheli, Marcelo Dinamarco, Marcelo Giafferis, Marcelo Gleiser, Marcelo Granville, Marcelo Minutti, Marcelo Monteiro, Marcelo Seteffen Mancini, Marcia Abritta Holt, Marcia Gomes Bezerra, Marcia Magalhaes, Marcia Tavaresde Lima, Marcio Fabis, Marco Antonio Fabiani, Marco Aurelio Tavares Bastos, Marcos Alvares Nemeth, Marcos Antonio Pereira, marcos eleazar dornellas chagas, Marcos Marques, Marcos Pereira, Marcos Thiago Merschmann Fabis, Margarida Maria Medeiros, Mari Susan Garcia de Andrade, Maria Accioly Dias, Maria Aglae Pereira Lima, Maria Angela Barea, Maria Angelina de Carvalho Veloso, Maria Aparecida Agostinho da Silva, Maria Aparecida Brota, Maria Apaecida Medrado Sifuentes, Maria Apaecida Pagani Vieira, Maria Auxiliadora Zanin, Maria Carmem Bahia, Maria Cecília Santos Campagnoli,Maria Celeste de Lima Cotrin,Maria Elisa Souto Ranali, Maria Helena Pires, Maria Helena Rodriguez, Maria Hercilia de Oliveira, Maria Irennisse Mitsuishi, Maria Isabel da Rocha Mendes, Maria Isabel Henrique, Maria Jose Pontieri, Maria Kuroiwa, Maria Lucia Sifuentes, Maria Maria Sallum Paiva, Maria Otilia Bocchini, Maria Regina Tavares Aguiar, Maria Tereza Carvalho, Maria Yuriko Negishi, Mariana Maia, Mariane Monteiro Coutinho, Mariangela Nicolellis, Mariene da Silva Fonseca, Marilete de Souza Granville, Marina Bochini, Marina Franco Guedes, Marina Mascarenhas Knauer Penedo, Mariana de Mello Mattos, Marina Sakay, Mario Michio Minowa, Mario Milani, Marisa Z Augusto, Marisa de Camargo, Marisa de Oliveira Pedraz, Marisa L Oliveira, Maristela Galvão, Maristela Nicolellis, Marivalda Rocha dos Reis, Mariza Faria, Marjory Gama Zamarreno Geraldes, Marlene de Araujo Franqueira,Marlene Gomes Bezera, Mary Ellen Delillo Geraldo, Masanobu Nakai, Masashi Ono, Masao Nagaoka, Masao Otsu, Masayuki Miyati, Matheus Sibinelli Minutti, Mauricio Cavalcanti, Mauricio da Silva Sercheli, Mauricio Morais, Mauricio Rigon Hoffmann, Mauro Martins Amatuzzi, Mauro Rodrigues, Meire Valin, Melis de Bruyn Jr., Miatã Guedes, Michio Ikawa, Mie Minowa, Mieko Minowa, Milena Ferreira de Novaes, Mikael Minowa, Miguel Angelo Gonçalves Atensia, Mira Lie minowa, Mire Tyô, Miltom Keigo Minowa, Mineko Assano, Miriam Fatima Bratfisch Santiago, Mirian Saiki, Mitsue Tokeshi, Miyuki Ono, Miyuki minowa, Moizes Baptista Leal, Murilo Tagliari Rocha e Silva, Nair Kyoko Nishida Otaki, Nair Soares Britto, Nair Soares Leite, Naline Arruda, Nanako Minowa, Namgok Lee, Naoko Minowa, Nara Cristina Zamian, Nathalia Grimaldi Rebetez, Nelson Ikuo Minowa, Nena Chiantia, Neuza Pinheiro, Nena Biolcati Chiantia, Nicole Martins de Andrade, Nilza Matiko Iwakura Okano, Nilson Matsuda, Nircea Fernandes Pimenta, Nobuya Koide, Noemie Nelly Nahum, Norberto da Silva, Noriko Takahashi, Nubia Arnizaut Costa, Nui Maeda, Omar Taha, Oscar Boczko, Oscar Garcia Silva, Osmar Santos, Osvaldo Ki, Otaviano Sant'Anna Neto, Patricia Andrea Rezende Santos, Patricia G. Rezende Camargo, Patricia Pereira Abuhab, Patricio Gadano, Patrizzia Cappelletti Rocha, Paula Ladeira Prates, Paulo Cesar dos Santos Oleski, Paulo Mauricio Hoffman, Pedrito Fabis, Pedro Araujo Mendes, Pedro Marzano,  Piedad Vargas Arredondo, Pietro Bergamo, Po Mei Kwong Chan, Rafael Correa Trajano Borges, Rafael Poubel, Rafael Yamada, Ralf Terrel, Raquel Poti, Raquel Garson, Raquel Trajano Telles, Ray Ricarda Almeida, Regina Celia Martim Battaglia, Regina Bortollo, Regina Helena Zanei Mauricio, Regina Massita, Regina Menezes, Reginaldo Natal Soares, Reginaldo Viana Cunha, Regis Jure Borba, Rei Hama, Rejane Gonçalves Theophilo, Renata Almeida, Renate Martha Gotsch Grusser, Renato Frosch, Renato Pedrosa, Renato Tetsuo Yoshihara, Renato Yamasita, Ricardo Brozek, Ricardo Eiji Nakashima, Richard Wagner, Roberto Fukugauchi , Roberto Gouveia Paulini Jr., Roberto Kimura, Roberto Soares Bugarin, Roberto Takejame, Robinson Borba, Rodiney Antonio Batista, Rodolfo Andre Reisz, Rodrigo Bio Corrêa de Toledo, Rodrigo Miguel Sallum Paiva, Rodrigo Monteiro Escobar, Roguer Hernando Vargas Arredondo, Roldão Arruda, Romeu Mattos Leite, Ronaldo Minowa, Rosana Rodrigues Bertoni, Rosangela Mayumi Minowa, Rose Costa, Roseli Boton Tannure, Roseli Fátima Segantini, Rubens Caldeira Monteiro, Rubens Mazer Junior, Ryu Kishinami, Rubens Mattos, Rubens Sakay, Rui Carlos Giraldi, Rui Pontedura, Ryouko Morihara, Sandra Regina Woo Balint, Sara Rosa Sammatrice Hirsch,Rozangela Viana Cardoso,  Sandra Regina Silverio, Saulo Augusto Pereira Filho, Sebastiao Utrini Pereira, Seiji Sato, Sergio Massami Sakai, Setsuko Iyota, Setsuko Yagi, Shantidasi, Shanti Garcia, Sheila Waligora, Shin Ushimaru, Shinobu Hayashi, Shinshiti Minowa, Shinzaburo Ohsumi, Shiro Nojiri, Shoko Nojiri, Shogo Yagi, Shunji Hisaeda, Sidney Geovanazzi, Sidnei da Costa Soares, Sigma Goncalves, Silne Aparecida de Barros, Silvana Ilek Barbosa, Silvana Vilela Vieira, Silvia Regina Fagaraz Candeias, Silvia Rodrigues Bio, Silvio Vieira, Simon Stewart-Richardson, Simone Cistina Firmino, Simone M. Martins, Simone Rodrigues da Silva, Solange Machado, Solene Pereira, Sonia Carvalho, Sonia Fuji, Sonia Maria Toledano Romero, Sonia Mitiko Werlang, Sonia Weil, Soraia Giafferis Valim, Stefanie Prado Sisti, Suelena Grancheli Torezan, Sueli H Kono, Sueli Izumi Tanaka, Sueli Salviatto, Suely da Costa, Suzete Aparecida Bomfa, Taany Maeno Silva, Tadanobu Nakai, Tadeu Vicente de Carvalho Bandoni, Takeshi Funada, Takiko Minowa Rodrigues, Takuya Kishigami, Talita Belletti,  Tânia Di Benedetto, Tania Pereira Henrique, Tatsuhiro Koike, Telenia Maria de Senna Hill, Telma Seko Fukugauti, Teresa Baptistella, Teresinha Benzi Matazo, Tereza Sales Lima, Teruko Minowa, Teruko Motoyama, Tetsuro Minowa, Thais Mattos Leite, Thiago Augusto Sifuentes, Thiago Augusto Pimenta Viana, Tiago Oliveira Guex, Thiago Saldanha Pereira, Tiaki Tasaka Mimaki, Tininha Leite, Tooru Morihara, Toshio Hisaeda, Tsunenobu Nakajima, Ulrike B. Rapp, Ursula Aner, Valdecir José Mascarello, Valdirene Maria dos Santos, Valeria Alves do Prado, Valeria Prado, Valeria Zago, Vanda Cecília Geraldes, Vanda Elizabet Zanella, Vany Conceicao Goncalves Theophilo, Veena Mukti, Vera Navarro, Vera Regina Sloboda, Veronica Bohme, Vicky Claude Lohken, Vilmar Aparecido, Viviane Brozek, Wagner Soares da Silva, Waldete Romero, Walkyria Rennó Suleiman, Walmir André, Wanderlino Arruda, Weber Jose Daltro, Welika Motta Pedreira, Wellington Felipe Rocha, Yasuko Tsujiya, Yoko Etoh, Yoko Ohsumi, Yoshiaki Iyota, Yoshiko Muto, Yu Teh Huang, Yuji Motoyama, Yukio Fukuma, Yuko Hayashi, Yuri Brancoli, Yuzo Sugie, Zacarias Lourenco Vaz, Zseemo Seemo, Zilma Borges de Souza, Zuleica Hilario Sanches, Zulmira Kirchner, ....e todas outras pessoas não registradas aqui que entraram, entram e entrarao na minha vida................. (atualização parcial em 06/07/2013, no ultimo dia do 4o.NaikanBrasil) (atualização parcial em 06/07/2014, no ultimo dia do 9o.NaikanBrasil) 

22 agosto 2009

Richard Dawkins

Foi no inicio dos anos 80, depois da volta da minha primeira viagem ao japao, eh que ouvi falar desse cara, o Dawkins. Romeu que gostava de genetica, nos tempos de veterinaria na UEL, tinhamos uma professora de genetica ( a Olivia, que foi casada com Hernan, o colombiano professor de biologia ). Diz Romeu que foi atraves dela que despertou nele o interesse pela genetica. Um dia, Romeu jogou um livro na minha mao: era o "O Gene Egoista". Na epoca, eu que nao gostava muito dessa materia, e estava muito mais interessado nos livros sobre spiritualidads, Krishinamurths, Rajneeshs, philosophias orientais, etc.. dei uma lida por cima... hum... hum... e ficou um tempao comigo, acumulando poeira num canto do estante. As vezes romeu pedia o livro de volta, e eu... ok, semana que vem devolvo... e devolvia. E ai, eu ficava... cacete, o que que Romeu ve no livro que ele quer tanto reler.... e um tempo depois pegava o livro de volta.... Recentemente, quando foi lançado o ultimo livro dele "Deus, um delirio", repercutiu em todas as colunas literarias de grandes jornais, blogs de divulgaçao cientifica, os saites criacionistas metendo pau, o escambau....
Bem... nao li o livro, mas ficou a impressao de que, pooo... o cara nao precisava ser tao beligerante, tao militante na causa cetica, isso so desperta negativamente as reaçoes emocionais, e fica essa briga das duas crenças, a dos que "acreditam" que deus existe X a dos que "acreditam" que deus nao existe.
E aih, eis que o cara resolve aparecer no Brasil na FLIP, me deu uma coceira danada dar um pulo ateh Parati ouvi-lo, mas caramba, estava me preparando para vir pro Japao. Hoje achei esse video....



Naikan - 内観 - email para iKensan

amigos
um breve relato sobre NAIKAN que fiz aqui no japao
passei 7 dias isolado do mundo externo
reconstituindo a minha historia pessoal, a minha relaçao com as pessoas mais proximas a mim...

http://alamkenjiminowa.blogspot.com/2009/08/naikan.html

vale a pena
e eu recomendo

me lembrou o livro que por varias vezes ja recomendei a alguns amigos
"por um fio" de drauzio varela, conta varios casos de pessoas que receberam
a notificaçao de cancer terminal, e que a partir desa notificaçao
fazem o exame da sua vida, faz a reflexao sobre a sua propria trilha nesta vida
e a paritir dai, tomam a vida para si e começam a viver a sua propria vida realmente significativa
nao sei daqui pra frente como vai ser
se vai ser mais significativo
mas que o que passou (a vida)
passou a fazer mais sentido, isso sim

alguns saites que apresentam o NAIKAN falam em analise da vida
pessoalmente acho que NAIKAN nao eh analisar
porque analisar, entra julgamento, consideraçoes,
eh antes de mais nada observar...

20 agosto 2009

Naikan - 内観


Somente tres perguntas:
a. O que esta pessoa fez por mim
b. O que fiz de volta para esta pessoa
c. Que transtorno causei a esta pessoa
Comecei com a minha mae, depois meu pai, a minha esposa (ines), depois os meus irmaos....
Uma semana trancado num quarto, espaço muito confortavel com tatame aconchegante, mas sem relogio, sem revistas, sem radio tv ou internet, sem interferencia externa, sem gente falando no ouvido, faça isso faça aquilo, sem gente pensando em voz alta me interferindo. Eh eu comigo mesmo, soh eu mesmo fazendo estas perguntas para mim mesmo, desde a infancia, desde quando a memoria permitir. A cada 40-50 minutos vem o entrevistador, ou seja, melhor dizer "ouvidor", para ouvir as coisas que enxerguei dentro de mim. Pois ele soh ouve, nem aprova nem desaprova o conteudo do meu relato. O inicio eh um tando arduo, busco na memoria, os fatos onde existe a presença desta pessoa ( a mama, o papa, a ines, um de cada vez....), com um certo esforço, aos poucos, na maioria em forma de imagens, muitas vezes bem delimitado no tempo, mas sem lembraças do antes e depois daquelo fato. Esforço a mente, sinto ateh aumentar o fluxo sanguieo no cerebro, pois sente o calor na cabeça, mas nada.... No quarto dia, terminada uma rodada nesta sequencia (mae, pai, esposa, irmaos..), parto para o repeteco da rodada. OK, agora parece mais facil, vou lembrando de mais fatos, mais acontecimentos agora mais nas minuncias, os detalhes.... muitas vezes acompanhada de emoçoes, esquecidas, ou apagadas, agora cada vez mais acompanhadas de sentimento de gratidao. As lagrimas vem, inesperadamente, de repente no ato de relatar ao "ouvidor"....

continua.....

Sobre NAIKAN veja aqui e aqui

16 agosto 2009

Com Kuriya-san


Esse cara é o Kuriya-san, gente finissima que conheci aqui em Suzuka, fomos nesse domingao de finados ( OBOM ), fazer um tipo "piquenique clube de bolinha", de odi-san (os véios).



Me diz que conheceu Maeda-san. Pergunto, ué como assim, onde? Ah, ele foi zelador de meu tokkou em 1971, antes dele imigrar para Brasil... Pra quem nao sabe Maeda-san foi quem encontrei em Ibiuna, em 1981, quando recém formado em medicina veterinaria, estava à procura de comunidades alternativas, agricultura organica, ele criando galinhas no sistema yamaguishi , foi quando soube a existencia das vilas yamaguishis no Japao.....

01. Maeda na equipe de zeladores de primeito tokkou no Japao
02. Maeda no meio da rapaziada maconheira nos anos 80 em Londrina
03. Maeda numa reportagem da Folha de Londrina em 1984

15 agosto 2009

café gato

Por fora, uma casa, dessas bem tipica do Japao, encravada entre as ruas estreitas que nem calçada tem. Mas por dentro, um dos cafés mais esquisitos, legais e originais que vi. (dizem que tem umas 6-7 no Japao, mas com outras caracteristicas que depois explico). Um café para amantes dos gatos e gatas. Mas perai gente, acalmem-se. Nao é o que vcs estao pensando. Eh o de quatro patas, o animal de estimaçao, aquele felino doméstico que koide e keiko começaram reproduzir na horta (deve ter mais de 30 gatos naquele pedaço ali...).


E que surpresa! Quem resolveu abrir esse café, foi a Shouko, essa "gata" ( agora sim usando o termo aplicado a bipedes do sexo feminino com caracteristicas felinas chamativas da parte de gatos como eu...hehehe ), que nem ninguém, nem mesmo, os japas que se conhecem diriam que ela vai fazer 60 anos no ano que vem. Foi em 1988, quando estive no japao, meses antes do inicio da Vila Yamaguishi no Brasil, fiz a escola de kensan junto com ela. Eu com 34 anos e ela com 38 anos, eramos tao jovens ( hehehe...). A partir daquela escola de kensan, ela que morava em Tokyo, passaou a morador na Vila Yamaguishi no Japao por 10 anos. E soh vim reencontra-la aqui em Suzuka depois de 20 anos. E também soh agora vim a saber que casou-se com Nojiri-san logo apos o ingresso na Vila Yamaguishi ( veja aqui )...




Bão, e no que consiste esse café gato... basicamente, eh onde tem umns 20-25 gatos que a shouko recolhe da rua, das pessoas que nao tem onde dar as ninhadas de gatos, dah um trato caprichadissimo em termos sanitarios e de salao de beleza. E aqui tah a diferença em relaçao a outrso cafés gatos, ja que os outros sao cafés com gatos com pedigree, raros e carissimos. E as pessoas vem passar o tempo para ter os contatos felinos imediatos de 3o. grau (para aqueles que moram em predios que proibem a ter animais), tomar cafe, e se quiser adotar um, faz-se o  見合い MIAI (literalmente, "verem se mutuamente") , namorar, para entao consumar no "casorio". E viram o ambiente chique, tem até gatodromo, padock, cat station com plataformas estofados, mil trique triques...?



video

Na verdade, aqui, as gatas sao as atendentes animadoras, um tipo de hostess felina.

E tem as curiosas que soh vem pra dar uma espiadinha, toma um cafezinho. Tem o consumo minimo, além de pagar o tempo de estadia que custa 500yen a hora.

Oia o saite do café aqui

10 agosto 2009

味噌煮込みうどん - in Nagoya


味噌煮込みうどん ( misso-nikomi-udon)
Esse prato, um ensopado de macarrao com misso tipico de Nagoya, onde fomos eu e minha filha mira, resolver uns lances de documentaçao na consulado brasileiro.

01 agosto 2009

com eiji e yaeko


esse casal, conheci nos eua, antes de ano 2000, quando ainda eles estavam a frente da vila yamaguishi na californa, mais precisamente em los angeles. agora, estão ha 2 anos em suzuka.

pensar juntos...

algo existe dentro de mim
que faz este exercicio de pensar

tudo que vejo
tudo que sinto
tudo que penso
tudo que me dá prazer

ao mesmo tempo que está fora de mim
só consigo reconhecê-lo
com o que veio sendo formado
dentro de mim
ao londo da minha vida

aprendi a reconhecer
com o que vim recebendo do meio ambiente
(minha mãe, meu pai, meus irmãos, alimentos, a lingua que a minha familia falava, aprendi a enxergar por que havia sol, aprendi a chorar, aprendi a brincar, a pedir o leite, ....)

pensar juntos
sei lá, quando ouvi isso pela primeira vez
acho que foi quando entrei em contato com yamagishis no japão
me pareceu muito atrante...., pensar junto
suscitava em mim sentimento de participação, de fazer parte, de inclusão....
mas hoje quando ouço, vejo alguém usando estas palavras
não sei mesmo, com que sentimento estão usando

fica parecendo que tem gente que não pensa por si
fica esperando que o outro pense por ela
fica parecendo que usa termo "pensar junto"
para convencer o outro... como que conduzindo o pensamento do outro

mas, se olharmos objetivamente, isso não existe
não temos cabos de rede conectados como se estivessemos
ligados em rede, e dividindo as tarefas de pensamento
cada um funciaonando de maneira coordenada

então estamos falando da subjetividade

31 julho 2009

os dois, enfim lado a lado - miyati e funada


enfim, tinha ido ate toyosato G, para uma reuiãozinha tipo business, encontrei o miyati, que me trouxe de volta para suzuka, onde houve esse encontro historico desses dois que há anos não se viam....



30 julho 2009

lula, silvio e ovos yamaguishi


o silvio me manda essa foto com os dizeres abaixo....., eita silvio, agora eu quero ver vc fazendo isso com obama!!!!


from: silvio (www.sabornatural.com.br)
Foto tirada pelo fotógrafo do Lula na hora que estava falando da criação das galinhas Yamaguishi me lendo os dizeres da Caixa.
abraços

29 julho 2009

com nojiri-san


esse é nojiri-san, vim conhece-lo aqui em suzuka... ja andaram dizendo que formamos um belo casal gay, hum... num é do meu tipo.

28 julho 2009


funada-san, num conhecia esse cara que é super parecido com um outro que conheço desde quando entrei em contato com os yamagishis do japão. óia se eles não se parecem....


é.... na foto, não fica parecido, mas os dois tem o modode falar, os jestos muito pareciodos.