19 abril 2010

amsterdam 3 - 4o. dia



de repente, no meio da bagunça, prostíbulos ao céu aberto, bares chiquérrimos, vc entra numa ruazinha, um convento, com moradia das freiras, catedral de 1300 e tantos anos... 


16 abril 2010

amsterdam 2 - o "pum" de Eyjafjallajokull


esse vulcão com nome impronuciável "Eyjafjallajokull" resolveu fazer o "pum", resolveu peidar juso agora....




a caminho para japão...., estou aqui, em amsterdam, ok, do azedo do limão, vamo fazer limonada... vamos conhecer essa cidade que fica a 7 m abaixo do nivel do mar. vamo conhecer a historia desse porto, cheia de canais, passeio de barco, vitrine com prostitutas, maconha vendido legalmente na esquina, mistura de raças, negros, chineses, loiras, japoneusos, arabes, muçulmanos, muita cultura, comercio,


muita bicicleta, todas ruas tem ciclovia...


o passeio de barco pelos canais

por tras dessa vitrine, as profissionais mais antiga da humanidade, sempre dividias em áreas: negras, asiáticas, loiras, morenas, etc... aqui, eram negras

a bandeira rainbow... significa o mesmo em qualquer lugar...
 
esse é o derek, amigo de helio e lucas, e olha que o cara era um dos mais baixinhos dos loiros que encontrei aqui... 



helio e lucas


eu, lucas, helio, lily e katsumata. lily&katsumata também foram vítimas do "pum", acabou que, graças a hospitabiliade de helinho, acamodado no apertamento.


canais, canais, romântico? chamam isso de veneza do norte....


amsterdam


helinho vive aqui há mais de 25 anos, a metade da vida dele, fomos beber cerveja, não ia beber o óbvio heineken, ele me ofereceu um tal de Duvel...
taí, o barzinho da esquina onde se compra orégano, a escolher, vem orégano de mundo inteiro, tem a produção local, o boliviano, o turco, o paquistanês, etc..



11 abril 2010

EU ( 1 )

esse eu,
ao reconhecer a saudade de mim
vejo que vivendo eu vim
ainda que parcial-mente


esse eu,
ao pensar somente em mim
vejo que não me existiria
mesmo que só-mente


esse eu,
ao revisitar lugares onde estive
vejo que eram pessoas é que existiram
nem que seja vaga-mente

esse eu, 
ao me imaginar no agora
vejo que vivo estou
aqui já clara-mente


e
enfim


esse eu,
ao me objetivar no espaço
vejo que feliz já estou
agora já objetiva-mente

a verdadeira gênese de um corno manso, com uma sólida fundametação filosófica...

o primeiro chifre a gente nunca esquece
todo mundo é corno: a diferença está em saber ou não
e começa assim a gênese de um corno manso...


06 abril 2010

infidelidade feminina 2

Causas da infidelidade feminina e a gênese do corno manso.
 
Falar sobre infidelidade feminina pode ser interpretado como um viés machista, mas perante a obviedade quase genética1 da infidelidade masculina, a traição das mulheres é mais instigante por ser a única a sofrer reprovação unânime, tanto de homens, quanto de mulheres.

Em ambos os sexos o motivo essencial da infidelidade é logicamente a insatisfação com a relação em um ou mais dos seus vários níveis: sexual emocional, intelectual, social, afetivo, etc. Assim, por ser um assunto tão complexo e volúvel, torna-se necessário reduzi-lo a, digamos assim, motivações mais picantes e palatáveis.

Excesso de hormônios2.
As mulheres possuem circulando nas suas veias um determinado hormônio do grupo dos estrogênios chamado estradiol, responsável, entre tantas coisas, pela sensação de feminilidade e auto-estima. Segundo as conclusões de um estudo feito por uma universidade americana, mulheres que apresentam quantidades excessivas deste hormônio ficam mais insatisfeitas com seus parceiros, o que as leva a tentativas de compensação fora da relação monogâmica.

Resposta à infidelidade masculina.
Um alegado motivo deflagrador da infidelidade feminina é a incorrência no adultério como mera resposta ao adultério do marido. Este tipo de alegação oportuniza a pergunta: um ato justifica o outro?

Em busca do homem perfeito.
As mulheres que buscam o Príncipe Encantado podem ser portadoras do Complexo de Cinderela3, sistematizado pela psicóloga americana Colette Dowling. Como jamais encontram o homem ideal capaz de lhes trazer satisfação em todos os níveis, tais cinderelas tem a tendência de pular de galho em galho, naturalmente mediante traições.
Achei no Yahoo!Respostas uma preciosidade que sintetiza singelamente o Complexo de Cinderela:
“A maioria das mulheres quer tudo, homem forte, bonito, sarado, gostoso, bom de cama, rico, auto confiante, carinhoso. Só que nem sempre é possível juntar tudo isso num só homem, então muitas vezes procuramos em mais de um, aí nasce a infidelidade feminina. Vocês concordam amigas? Estou sofrendo desse mal.”

Mulheres fálicas.
Um detalhe difere as Cinderelas das mulheres fálicas, estas apesar de não desejar o príncipe encantando, não querem um companheiro, mas um servo. Este tipo de mulher é amiúde infiel porque o seu grau de exigência em cima do homem é incrivelmente voraz. Elas exigem e cobram sistematicamente tudo do homem, desde a virilidade mais exacerbada até a satisfação das suas mínimas vontades. Como nenhum homem sozinho tem condições de satisfazer plenamente as mulheres fálicas, elas pulam a cerca em busca do escravo perfeito.
Maiores detalhes sobre mulheres fálicas aqui.

Beleza física superdimensionada.
A famosa mulher capaz de parar o trânsito, o “mulherão”, dificilmente será mulher de um homem só, quando basta um aceno para que 50 pretendentes se prostrem aos seus pés. Sempre me pergunto o porquê da verdadeira pandemia de loiras lindíssimas descasadas. Será porque não encontraram pretendente à altura, ou foram chutadas pelos parceiros corneados?





Aparelho genital superdimensionado.

O órgão feminino precípuo para a cópula é a vagina, que tem as seguintes dimensões: tamanho, espessura, elasticidade e lubrificação. O tamanho não é a nossa questão, mas as outras dimensões. Sabe-se que espessura, elasticidade e lubrificação tem uma estreita relação com a quantidade do hormônio estradiol4, já que no decorrer da menopausa5 estas dimensões tendem a definhar. Ou seja, a menopausa é um fenômeno caracterizado pela diminuição drástica do volume excretado pelos ovários dos diversos hormônios estrogênios.

A gênese do Corno Manso.
Alguns estudos associam o superdimensionamento da espessura da vagina à maior tendência de infidelidade. Isto quer dizer que as “superfêmeas” possuidoras de altas doses de estrogênio e, por consequência, dotadas de órgãos sexuais incrivelmente aptos para a atividade sexual, são potencialmente mais infiéis? Tudo leva a crer que quem leva uma superfêmea para casa corre o risco de não privar de uma Sociedade Limitada, mas de uma S.A. Acredito que este tipo de mulher atraia o tipo de homem corno manso, aquele que, mesmo em face da infidelidade contumaz, não consegue dispensar os colossais prazeres da cama.

Referências:
1Infidelidade masculina tem causa genética [MDIG]
2Hormônio pode ser causa da infidelidade feminina [Cabeça de Cuia]
3Complexo de Cinderela [Terra]
4Sex without Estrogen can be dangerous [Canada Free Press]
5Menopausa [UOL]

infidelidade feminina