16 novembro 2011

a "felicidade" e a "sensação de felicidade"



fazer acalmar, fazer silenciar o coração confuso...
fazer confortar, conformar, fazer curar o coração rude...
e então fica satisfeito com a calma e a cura obtida...
pára aí.
não deseja mais que isso


como não é viável a atividade normal
com a confusão e rudeza
por ora é necessário acalmar e curar


mas não é esse o objetivo
é algo que quer ir além
vivendo na verdade
vivendo na correição
é o viver naturalmente
é o viver na normalidade
viver a felicidade
não a sensação de felicidade





a razão do kensan

e mesmo em relação a razãoverdade
ela aparece ou desaparece
na relação temporal da causa e efeito
e o fenômeno que resulta
das combinações da causa e efeito
está sob o efeito da temporalidade
daí a necessidade do Kensan

o ser humano



falar do fato
dizer da verdade
não consegue


tão somente
o que pensa
sobre
consegue


isso também
é o que eu
penso
e nada mais