06 outubro 2010

Totyan - A Thousand Winds







A Thousand Winds

Do not stand at my grave and weep.
I am not there, I do not sleep.

I am a thousand winds that blow.
I am the diamond glints on snow.
I am the sunlight on ripened grain.
I am the gentle autumun's rain.

When you awaken in the morning's hush,
I am the swift uplifting rush
Of quiet birds in circled flight.
I am the soft stars that shine at night.

Do not stand at my grave and cry;
I am not there, I did not die.



Mil Ventos

Não chore
Não fique ai na frente
Não estou ai neste jazigo

Eu não estou aí
Nem estou dormindo
Eu me tornei em mil ventos

Que sopram na vastidão desse céu
Eu sou a neve cintilante como diamante no inverno
Eu sou a luz do sol sobre o grão amadurecido
Eu sou a chuva suave do outono
Eu sou o som da revoada das aves

Que vai despertar-te na manhã silenciosa
Eu sou as estrelas que brilham macias à noite
Que cuidadosamente te olham

Não fique aí no meu túmulo chorando
Eu não estou lá
Eu não morri

Eu sou o mil ventos
Que acariciam o teu rosto





千の風

私のお墓の前で 泣かないでください
そこに私はいません 眠ってなんかいません
千の風に 千の風になって
あの大きな空を 吹きわたっています

秋には光になって 畑にふりそそぐ
冬はダイヤのように きらめく雪になる
朝は鳥になって あなたを目覚めさせる
夜は星になって あなたを見守る


私のお墓の前で 泣かないでください
そこに私はいません 死んでなんかいません
千の風に 千の風になって
あの大きな空を 吹きわたっています
あの大きな空を 吹きわたっています