19 maio 2013

Mudar para a cabeça ( que consegue conhecer a essência ...)

 "a razão verdadeira", nela não á motivo nem lógica

Para o "não existe", não há motivo nem lógica. Nem há deus, nem espírito, nem vidas passadas, nem pós-morte, nem bem ou mal.... e se digo isto...., retrucam "porque pode dizer isto?", é porque tem como base o "existe".


Os que dizem: "existe", eles tem a razão, eles tem a lógica, eles tem o motivo, eles tem a prova... afirmam assim.


Em relação ao "não existe", se perguntarem "por que pode dizer que não existe?",  não há resposta.


Para o "não existe", não tem razão, nem motivo, nem provas. Não tem raiva, não tem apego ao pensamento, não tem posse, não tem luta, não tem desconfiança, não tem religião/crença, não é de ninguém... não pensa em matar pessoas, não pensa em ir a lua, não pensa em trabalhar, não pensa em falar, não pensa em ouvir, não pensa em fazer amizade.


Se são indagados "por que não existe?", estas pessoas tentam explicar "

Pessoas que não conhecem a essência, não há como ter resposta a uma pergunta assim.


Para coisas que "existem", tem mutas razões e motivos.

Tudo isso são conceitos humanos. Consegue afirmar que tem muitas provas, motivos, e razões.

São cabeças que se apoiam nisso.


Colocam o valor nas razões, nos motivos e nas provas...

isto é, uma cabeça que se apoia nos conceitos humanos

Onde focar?
Onde ir observando...?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

pitacos carinhosos