11 abril 2010

EU ( 1 )

esse eu,
ao reconhecer a saudade de mim
vejo que vivendo eu vim
ainda que parcial-mente


esse eu,
ao pensar somente em mim
vejo que não me existiria
mesmo que só-mente


esse eu,
ao revisitar lugares onde estive
vejo que eram pessoas é que existiram
nem que seja vaga-mente

esse eu, 
ao me imaginar no agora
vejo que vivo estou
aqui já clara-mente


e
enfim


esse eu,
ao me objetivar no espaço
vejo que feliz já estou
agora já objetiva-mente

3 comentários:

  1. POETA. "TEASE-ME"

    POETISA: COM SEUS

    POETISE! VERSOS!

    ResponderExcluir
  2. bom, belo jogo de palavras, convence, mas desorienta....

    enfim....tudo, nada, sempre, será que isso existe?

    ResponderExcluir
  3. No exato instante em que me encontro...

    ResponderExcluir

pitacos carinhosos